Quinta-feira, 22 de Dezembro de 2011

O Natal chegou mais cedo

 

Demorei pelo menos umas duas horas a acreditar que era mesmo verdade, mas é verdade. Não havia prenda de Natal melhor do que o trailer do "The Hobbit: An Unexpected Journey", e aqui está ele, tão glorioso que conseguiu superar as já monstruosas expectativas.

É surpreendentemente extenso para um primeiro trailer, mantendo porém na obscuridade os desenvolvimentos da história que Peter Jackson acrescentou.

 

Ver isto deu-me uma sensação maravilhosa. Bastaram alguns segundos para que me sentisse transportado de volta e para que parecesse que nunca abandonámos mesmo a Terra-Média. São dois minutos e meio que não poderiam ter sido mais brilhantes. Tudo parece uma extensão do "The Lord of the Rings" tão natural como as raízes de uma árvore, e afinal, estas são mesmo as raízes do épico que amamos.

Basta este breve olhar para ter a certeza de que será a Terra-Média como a guardámos no coração, com uns pózinhos que já dão uma ideia daquilo que irá compôr a identidade própria do "The Hobbit". A expressividade do Bilbo de Martin Freeman, uma alma ainda menos habituada à ideia de grandes aventuras do que Frodo, a companhia muito própria do grupo de onze anões, com as suas canções e momentos mais cómicos, um Gandalf como figura paternal que ao mesmo tempo começa a descobrir os indícios da tempestade que se aproxima, o que o leva a embarcar na sua própria demanda.

E depois todo o resto do brilho. O brilho das paisagens élficas com a semi-divina Cate Blanchett no centro, o brilho de espadas capazes de forjar as suas próprias lendas, o brilho do Anel no escuro... O extraordinário brilho do universo da Terra-Média, que tem tanto de natalício.

 

Agora sim, já vejo o regresso às terras mágicas de J. R. R. Tolkien num horizonte cada vez mais próximo, apesar de ainda estar a um ano de distância. Da minha parte, não poderia estar mais contente e mais seguro de que será um regresso capaz de superar até expectativas tão altas como as minhas.

Não poderia ter havido melhor prenda de Natal. Muito obrigado, Sir Jackson.

 

 

 

publicado por RJ às 00:00
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 20 de Julho de 2011

O Homem-Aranha da geração "Twilight"

 

Já está o trailer do "The Amazing Spider-Man".

 

Ainda não me consegui mentalizar de que para o ano estreia o reboot do Homem-Aranha.

Os filmes do Sam Raimi foram altamente aclamados, especialmente os dois primeiros, que são das melhores adaptações de comics para o grande-ecrã, e marcaram o imaginário tanto de miúdos como de graúdos. Já não é possível imaginar o Aranhiço sem pensar naqueles filmes. Raimi e Tobey Maguire estavam prontos para avançar para o quarto filme, mas por desacordos com a Sony o acordo foi cancelado, e em vez disso, a produtora decidiu começar tudo do início.

Ora bem, o primeiro "Spider-Man" é de 2002, e o último é de 2007! Foi há quatro anos que vimos Maguire como Homem-Aranha nos cinemas pela última vez, e daqui a uns meses vamos ver novamente como Peter Parker se torna super-herói, apesar de a maior parte da população do planeta saber de trás para a frente como é que isso aconteceu, e que "com um grande poder vem uma grande responsabilidade", etc...

 

Resumindo, é ridículo. Qualquer dia, começam a planear refazer filmes no dia de estreia.

Esta febre do reboot e remake é não só um perigo para a originalidade, como um perigo para o próprio Cinema. Existem muitos filmes que só passados alguns anos é que foram conquistando amor entre apreciadores de Cinema. Quem ama filmes sabe bem que os filmes são algo para ser degustado, visto e revisto à medida que se cresce, porque com o passar dos anos, em contextos diferentes, o filme ganha novos significados e é-lhe reconhecida ou negada, qualidade.

Está portanto em causa o crescimento do filme culturalmente, para a sociedade que o vai redescobrindo. A obra vai marcando não só a mesma pessoa, mas novos espectadores, que a descobrem pela primeira vez. Só através deste processo é que se descobre se o filme sobrevive ou não ao teste do tempo.

Um filme é pois, o retrato do tempo em que foi feito, e pode definir o rumo de um género cinematográfico, como aconteceu com os "Spider-Man", que foram tidos como exemplo de como fazer um bom filme de super-heróis para os anos 2000. E tanto que é um retrato do seu tempo, que responde a modas.

 

A decisão de refazer esta saga, e o modo de a refazer, é fruto de uma moda.

Há não muito tempo, uma espécie de novela de vampiros adolescentes começou a fazer milhões e a definir os gostos de uma boa fatia da demografia dos jovens espectadores de Cinema. Proliferaram os Emo's, espécie de adolescentes com tendências depressivas que vêem as suas questões existênciais retratadas nomeadamente na obra de uma certa Stephenie Meyer, a saga "Twilight". Adaptada ao Cinema, tornou-se numa mina de ouro que explora sobretudo a obsessão que as fãs histéricas da saga alimentam em relação aos seus protagonistas, heróis supostamente perseguidos por conflitos com um lado sombrio da sua natureza, que mais não é do que falta de capacidades para a carreira de actor.

Ora eu, quando vejo naquele trailer, o Peter Parker no fundo da sala de aula de capuz posto com ar de quem está a planear como cortar os pulsos, não consigo deixar de suspeitar que isto é um reboot feito a pensar nos jovens Emo. O que é triste.

 

Eu sou fã do Aranhiço desde pequeno, e apesar de não ter um conhecimento enciclopédico sobre a personagem, do que conheço de comics e desenhos-animados, ele é tudo menos um jovem adolescente depressivo. Sim, perdeu os pais e o tio e tem de derrotar o Duende Verde enquanto tenta não chegar atrasado à entrevista de emprego, mas fazia-o com a ajuda do seu sentido de humor e do sentido de justiça.

Raimi não retratou muito o lado cómico da personagem, mas o seu Peter Parker não deixa que a falta de dinheiro para a lavandaria o impeça de ver o lado positivo das coisas. Os filmes são soalheiros, e foi precisamente quando tentou tornar o seu Peter sombrio no sentido da "geração Emo" que fez o terceiro filme descarrilar.

 

Marc Webb até realizou aquela coisa fofinha de nome "500 Days of Summer", e por esse motivo estava à espera de melhor... Enfim, ainda é cedo para condenar definitivamente o filme, mas que me parece um clara tentativa de adaptar um personagem intemporal a uma moda do momento, parece. Safa-se aquele poster do "Rear Window" que este Peter Parker tem no quarto.

Este desejo de lucrar com a geração Twilight ameaça seriamente destruir o futuro dos bons heróis para jovens.

 

 

 

publicado por RJ às 22:03
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Segunda-feira, 18 de Julho de 2011

O fim de Gotham... agora com teaser trailer

 

E aqui está ele, o teaser que está a incendiar a Internet. Não é muito, mas pelo menos não são só vozes.
Com uma espera de um ano pela frente, o habitual secretismo de Christopher Nolan ainda vai manter os detalhes da história ocultos durante muitos meses, o que dá tempo mais do que suficiente para fazer crescer o hype e fornece bom material para conversas de café. E de blog, pois claro.
 
 
 
 

 

 

 

publicado por RJ às 22:26
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sexta-feira, 17 de Dezembro de 2010

Jack Sparrow: um pirata à beira da reforma?

 

Como já disse aqui antes, para mim, o Johnny Depp é o melhor actor da actualidade. E como também já disse antes, adoro os "Pirates of the Caribbean". O Jack Sparrow é simplesmente das melhores criações que os filmes de aventura alguma vez nos trouxeram.

Ora é precisamente por causa disto que eu não consigo perceber porque é que, depois de ver o trailer para o "Pirates of the Caribbean - On Stranger Tides" (quarto filme da milionária "trilogia convertida em saga", que perde Orlando Bloom e Keira Knightley, mantem Geoffrey Rush e ganha Penélope Cruz e Ian McShane), não consigo estar muito entusiasmado.

 

Vejam o trailer aqui!

 

Há duas coisas em relação a este quarto filme que me deixam com expectativas: um novo realizador, Rob Marshall, e um aparente afastamento do tom super-épico do terceiro filme, com um regresso a uma história mais parecida com a do primeiro, "The Curse of the Black Pearl", que foi inegávelmente o melhor.

Não que eu não tenha gostado bastante do terceiro filme, mas tornou de facto o universo dos Piratas numa coisa com uma mitologia e uma escala demasiado grande, que prejudicou um pouco a história. A maior simplicidade do primeiro continua a deter aquele que é para mim o tom ideal da saga.

 

Por isto, já que os dólares, como bem sabemos, falam sempre mais alto, se era para continuar as aventuras do Capitão Jack Sparrow, ao menos que se voltasse aos elementos que fizeram de "The Curse of the Black Pearl" um sucesso. E parece que realmente, se tenta navegar nesse sentido.

É impossível fazer já grandes julgamentos em relação a este quarto filme, mas pelo que vi, para muita pena minha, o nosso amigalhaço Jack parece um pouco uma sombra daquilo que era no início, e confesso que nunca esperei dizer isto. Noto falta de frescura neste trailer, e frescura é o que a saga precisa.

 

De qualquer forma, continuo com expectativa. E como a intenção da Disney é que este seja o primeiro de uma nova trilogia, espero mesmo que nos aguarde uma bela surpresa.

Seria uma lástima ver o Jack Sparrow de Johnny Depp tornar-se num pirata cansado, sem sinal da glória que concedeu ao actor a sua primeira nomeação ao Óscar, e tornou esta personagem num dos grandes ícones do Cinema da última década.

 

 

 

publicado por RJ às 19:08
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 29 de Junho de 2010

Harry Potter aproxima-se do fim da adolescência

 

Chegou o trailer para "Harry Potter and the Deathly Hallows", e podem vê-lo aqui!

 

Quer se goste ou não, é inegável que a saga Harry Potter é provavelmente o grande fenómeno cultural da última década. Criou algo incomparável, uma história que encantou tanto crianças como adultos e que moveu, literalmente, o mundo.

No Cinema o encanto foi também enorme, e apesar de (ainda) nenhum filme da saga ter sido obra-prima, os filmes são excelentes no que a fantasia diz respeito, e conseguiram realmente trazer ao grande ecrã muita da magia da obra, criando uma identidade própria e dando asas ainda maiores ao fenómeno.

 

Assim, é igualmente inegável que, a estreia do capítulo final desta saga é uma data a assinalar nos calendários. Neste casos, as estreias, pois foi dividido em duas partes, (à estilo "Kill Bill"). A primeira parte, chega às salas em Novembro deste ano, e a segunda em Julho do próximo ano.

 

Neste último capítulo chegamos à passagem para a idade adulta, com o trio protagonista a abandonar a escola de Hogwarts e a aventurar-se numa jornada pelo mundo mágico para combater Voldemort.

A história assume contornos épicos, e este belo trailer promete um final glorioso. O último livro é sem dúvida o melhor da série, e conseguiu maravilhar todos os apaixonados em vez de os decepcionar. Esperemos agora que esta epopeia termine de forma igualmente memorável no Cinema.

 

 

 

publicado por RJ às 22:32
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sábado, 8 de Maio de 2010

Filme. Mais. Aguardado. Do. Ano.

 

Foi divulgado um novo poster e trailer para "Inception" de Christopher Nolan.

O novo trailer é muito mais revelador do que os anteriores, levantando a ponta do véu sobre o que será a história do filme. Ainda assim, depois de o ver, a sensação continua a ser de total e maravilhosa perplexidade.

 

Vejam o trailer aqui!

 

Espero que se revele uma absoluta obra-prima. Menos do que isso, é ficar aquém das expectativas.

 

(de momento, a data de estreia para Portugal é 22 de Julho, sendo que o filme irá estrear com o título "A Origem")

 

 

 

publicado por RJ às 15:42
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Sexta-feira, 26 de Fevereiro de 2010

Filme da Semana - "Shutter Island"

 

O genial Martin Scorsese traz-nos mais um filme, novamente com Leonardo Di Caprio, mas num estilo um pouco diferente daquele em que vêmos o realizador trabalhar normalmente.

Contudo, apesar dessa mudança para um filme com tons de thriller psicológico, este "Shutter Island" tem todo o aspecto de ser mais uma obra-prima.

 

Trailer, aqui!

 

 

 

publicado por RJ às 22:28
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 24 de Fevereiro de 2010

Alice, ajuda-nos a endireitar o país

 

 

Qual não é a minha surpresa ao descobrir numa consulta ao calendário de estreias do Sapo, que "Alice in Wonderland" vai estrear em Portugal com uma versão dobrada.

 

Ora isto deixa-me estupefacto. Um filme do Tim Burton dobrado?

E nem têm a desculpa do "ser de animação", porque não é, por muita fantasia que tenha. Além do mais, eu não consigo acreditar que o Burton tenha feito um filme infantil, ou pelo menos, tão infantil que mereça uma dobragem.

 

Apesar de me dar por contente por não ser como em Espanha, por exemplo, onde todos os filmes são dobrados, ver um Tim Burton dobrado, ainda por cima quando é de "imagem real", e ver o Johnny Depp a falar português, é daquelas coisas que eu esperava sinceramente que nunca tivessem acontecido. Confesso, dá-me alguns arrepios.

Como é óbvio, vou ver a original, nem que tenha de ir a um Cinema em Trás-os-Montes.

 

(e já agora, a "ajuda-nos a endireitar o país" é particularmente engraçada, não é?)

 

 

 

publicado por RJ às 00:13
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Sábado, 13 de Fevereiro de 2010

Procuram-se monstros decentes

 

Com a reputação de personagens clássicas do terror a ser arrastada na lama nos dias que correm, já estamos a precisar de um filme do género sobrenatural com qualidade.

Parece-me que este "The Wolfman", com Benicio Del Toro no papel principal a contracenar com Anthony Hopkins e Emily Blunt, tem hipóteses de nos oferecer um bom filme de terror "modernizado" mas com um cheirinho a clássico, e mesmo que a maioria das críticas estejam a ser negativas, mantenho esperança no filme.

 

Vejam o trailer aqui!

 

 

A altura em que estreia parece ideal, devido a toda a febre dos vampiróides e "coisas meio-pró-gótico" que está a contagiar tanto adolescente. Então cá no nosso Portugalito, onde os vampiróides até já contaminam a ficção nacional, numa demonstração de falta de imaginação que faria D Afonso Henriques desejar nunca ter ido bater na mãe, este remake da história do lobisomem até se pode vir a safar bem nas bilheteiras.

 

Serei o único a achar que ele está a arrotar?

 

Quanto a essas novelas de vampiróides que invadem o horário nobre da televisão, deixem-me responder a um argumento a favor delas que tenho ouvido: não, não acho que seja aceitável fazer um copy/paste destes só porque "lá fora também se faz". O que as grandes "mentes criativas" da SIC e da TVI fizeram foi pura e simplesmente arranjar uma forma fácil de ganhar luco à custa de uma "modazeca". E o pior, é que a nossa ficção não só dá dinheiro a projectos que se limitam a copiar um produto já mau como o "Twilight", como consegue fazer uma cópia que é ainda pior que o execrável produto original.

É caso para dizer que este "esforço criativo nacional" é basicamente o mesmo que bater no fundo do poço, agarrar numa pá, e continuar a escavar.

 

Estamos mesmo a precisar de boas representações de monstros clássicos. 

 

 

 

publicado por RJ às 22:30
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Quarta-feira, 6 de Janeiro de 2010

Entrar com o pé direito

 

Cá estamos nós em 2010.

Em jeito de introdução ao que nos espera este ano em termos cinematográficos, deixo aqui dez destaques que me ocorrem de momento, para todos aqueles que quiserem algumas recomendações sobre o que está aí a chegar.

 

"Nine" - 14 de Janeiro

O novo musical de Rob Marshall, com Daniel Day-Lewis na pele de um realizador italiano a passar por uma ligeira crise existencial, que revê as suas relações com as (muitas) mulheres que o rodeiam. Entre elas estão Nicole Kidman, Penélope Cruz, Marion Cotillard, Judi Dench e Sophia Loren.

Trailer

 

"A Serious Man" - 4 de Fevereiro

Os vencedores do Óscar em 2008 por "No Country for Old Men", Joel e Ethan Coen, regressam desta vez num registo cómico. Fica prometido o melhor do humor desta grande dupla de realizadores e argumentistas.

Trailer

 

"The Men Who Stare at Goats" - 28 de Janeiro

Ewan McGregor é um jornalista que investiga um projecto militar secreto do governo americano, para desenvolver um grupo de soldados com habilidades psíquicas e ligeiramente paranormais. Entram também George Clooney, Jeff Bridges e Kevin Spacey, e tendo sido altamente elogiada pela crítica, é uma comédia que promete. Muito.

Trailer

 

"Whatever Works" - 4 de Fevereiro

A nova comédia de Woody Allen, com Larry David no papel da habitual personagem ligeiramente neurótica do universo Allen, e com Evan Rachel Wood, para muitos uma revelação do último ano, apesar de chegar cá com atraso, é algo a aguardar com a habitual expectativa que envolve todos os que, como eu, são grandes fãs do mestre Woody.

Trailer

 

"Up in the Air" - 21 de Janeiro

Outra estreia de George Clooney, realizado por Jason Reitman, (realizador de "Juno"), é o filme que lidera as nomeações aos Globos de Ouro, e parece ser um filme a aguardar como algo bastante consistente e com uma boa interpretação do Sr. Nespresso. Na minha opinião, parece-me ser um filme com bastantes hipóteses nos Óscares, caso se confirme a sua anunciada qualidade.

Trailer

 

"Alice in Wonderland" - 4 de Março

Tim Burton visita o universo de Lewis Carroll, (que lhe parece assentar como uma luva), com o compincha Johnny Depp como Mad Hatter. Promete trazer a habitual magia Burtoniana a essas salas pelo mundo fora.

Trailer

 

"Shutter Island" - 25 de Fevereiro

Martin Scorsese aventura-se com Leonardo Di Caprio num estilo ligeiramente diferente daquele a que nos habituou, visitando climas de claustrofobia, paranóia e elevado suspense, quando dois polícias ficam retidos numa prisão isolada do mundo e são mergulhados nos mistérios e segredos da instituição.

Trailer

 

"Inception" - 2 de Setembro

É a lavagem cerebral de originalidade de Christopher Nolan para este ano com Leonardo Di Caprio como protagonista. Nem é preciso dizer mais nada, porque aliás, pouco se sabe sobre o filme.

Trailer

 

"The Imaginarium of Doctor Parnassus" - 4 de Fevereiro

O último filme, por completar, de Heath Ledger, da autoria de Terry Gilliam, a prometer também muita magia, e a contar também com Johnny Depp, Jude Law e Colin Farrell, essenciais para que o filme pudesse ser acabado, (mesmo que um pouco diferente da ideia inicial de Gilliam), não se desperdiçando o trabalho final de Ledger como actor.

Trailer

 

"The Lovely Bones" - (sem data de estreia prevista para Portugal)

O novo filme do grande Peter Jackson, adaptado de um livro mas num tom afastado do épico. É a história de uma adolescente que é assassinada mas que, do Céu, acompanha o drama vivido na Terra pela sua família, e a busca de vingança contra o seu assassíno.

Entram a jovem revelação de "Atonement", Saoirse Ronan, Mark Whalberg, Rachel Weisz, Susan Sarandon e Stanley Tucci.

Trailer

 

Esta semana estreiam outros dois filmes que também são altamente aguardados por mim, "Where the Wild Things Are" e "The Road", mas dada a proximidade da sua estreia, não os incluí aqui.

 

E ficam desde já prometidas umas quantas críticas em atraso a muitos filmes de 2009, os K Awards, com o que foi para mim o melhor deste último ano, e ainda alguns posts destacando os grandes momentos vividos nas salas de Cinema nesta primeira década dos anos 2000.

 

Até já.

 

 

 

publicado por RJ às 14:23
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

.Agosto 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. O Natal chegou mais cedo

. O Homem-Aranha da geração...

. O fim de Gotham... agora ...

. Jack Sparrow: um pirata à...

. Harry Potter aproxima-se ...

. Filme. Mais. Aguardado. D...

. Filme da Semana - "Shutte...

. Alice, ajuda-nos a endire...

. Procuram-se monstros dece...

. Entrar com o pé direito

.Filme da Semana

Uploaded with ImageShack.us

.arquivos

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds