Terça-feira, 26 de Junho de 2007

A Essência da Imagem

 

Dos muitos parâmetros ligados à arte de fazer um filme, a imagem é talvez o principal.

 

Sendo um filme um enorme conjunto de imagens e emoções que cada um é livre para interpretar à sua maneira, como resumimos um filme, duas horas de fita, o trabalho de um ano, dois anos ou mais, a uma imagem?

 

O Cinema terá sempre um lado comercial, se não fosse lucrativo não existia, quer queiramos quer não, é necessário ver a perspectiva lucrativa do filme, caso contrário, não se poderiam fazer filmes por falta de dinheiro. Chegamos então à publicidade.

 

Haverá diferença nas receitas de bilheteira de um filme bom, mas pouco ou nada publicitado, comparando com as de um filme, igualmente bom, mas cujos anúncios chegam através de rádios, televisões e cujos cartazes se espalham pelas ruas da cidade? Claro está que existe diferença.

 

 

 

Ora, como resumimos o filme, como captamos a essência das duas horas passadas a analisá-lo, da corrente de emoções que flui através de nós ao vê-lo, numa imagem? Como fazemos com que uma imagem, represente tudo diante dos olhos daqueles que ouvem o nome da obra pela primeira vez, fazendo com que se apele à curiosidade do observador?

 

Existem os fracos exemplos, os rostos de actores espelhadas por entre letras gordas e frases sonantes, com visto a tentar que o normal público reconheça as caras e sinta vontade de se dirigir à sala, ou não estivessem os famosos profundamente ligados ao avançar da indústria...

 

 

 

Longe estão os tempos onde a arte de fazer um cartaz de Cinema "desenhado" era considerada quase um dom... Verdadeiras obras de arte eram todos esses cartazes, pois neles, qualquer famoso se misturava com cenários, letras e cores, sem que o seu nome fosse demasiado importante... Misto de luz e cor, obras de arte resplandecentes à porta de qualquer sala, eram admiradas pelos solitários fãs da 7ªarte , que mesmo antes de verem o filme, já sentiam a sua magia.

 

 

 

Mas ainda hoje, felizmente, aparecem casos de pura originalidade e brilhantismo, raros claro está, pois ainda que a técnica do desenho já pouco ou nada se use, por vezes, alguns autores de posters fazem verdadeiras obras de arte.

 

 

 

É necessário referir as taglines. Frases publicitárias, destinadas a promover o filme. Será que fazer essas frases também não é uma arte? No fundo fazem parte do poster, mas ao contrário de resumir o filme a uma imagem, resumem-no a uma frase, interessante não é?

Pensem... Que frase escolheriam para promover um filme que aguardam com grande expectativa ?

 

 

Não será o segredo do poster reunir a "alma do filme"? Não será o segredo resumi-lo a um pequeno fragmento, a uma pequena imagem que, em si, reúne o turbilhão de emoções que nos percorrem a alma na sala escura?

Como eu admiro essas imagens...

 

 

 

 

publicado por RJ às 12:07
link do post | comentar | favorito
|
6 comentários:
De Edgar Ascensão a 26 de Junho de 2007 às 17:21
Também não atino com as "cabeçorras" a ocupar todo o poster... A não ser que seja uma destas coisas:
http://www.impawards.com/1997/game.html
http://www.impawards.com/1998/truman_show_ver1.html
http://www.impawards.com/2005/lord_of_war_ver2.html

Vê-me só o exemplo de alguns que foram frustrantes em termos de arte:
Mr & Mrs Smith e Piratas 3 já os referiste, mas há outros, como o Serenity, Stealth e principalmente o Código DaVinci (Cabeçorras novamente :P)

Já viste os meus top's para verificar os meus gostos, mas também as taglines me dão 'pica', que por vezes abafam qualquer sentido visual no cartaz.
Tens dois sites obrigatórios para visitar regularmente:
www.impawards.com (que já deves conhecer) e
www.posterwire.com (que ultimamente tem andado um pouco apagado)

Mas é isso mesmo, os posters são por vezes mais importantes que os trailers! É um complemento do que não se pode ver durante o filme, uma segunda obra artística que acompanha o filme, o DVD. É o ROSTO de um filme!

(Epá, deste-me vontade de falar sobre isto... Tenho de voltar ao brain-poster! :D LOL)
De RJ/KritiCinema a 26 de Junho de 2007 às 17:59
Sim, essas cabeçorras estão boas :P
Estava indeciso entre pôr o do Lady in the Water ou o do Lord of War, mas talvez vá substituir.

O IMPAwards visito regularmente, o PosterWire não tanto...

Concordo totalmente com o que disseste, os teus comentários são sempre plenos de sabedoria cinéfila, e quanto ao Brain Poster, acho que não é má ideia voltares a trabalhar nele...
De Citizen Kane a 26 de Junho de 2007 às 18:52
Acho que o poster do "Maria Cheia de Graça" é uma das pérolas recentes dessa forma de arte. Quando bem feitos, são uma óptima forma de apresentar os filmes. Há posters que são verdadiras obras de arte, que contêm tanto significado que até dá prazer perder tempo a contemplá-los.

Bjs
De Simão a 29 de Junho de 2007 às 03:22
Gostei muito da selecção para cada "secção" e do teu ponto de vista. Concordo totalmente com o que dizes. Os posters são um resumo aprisionado de um filme que a partir do mesmo pode ou não despertar interesse.

Continue o bom trabalho por aqui!
Abraço
De Ricardo Fernandes a 29 de Junho de 2007 às 17:49
O fim de semana lusitano tem o melhor poster alguma vez feito! ;)
De RJ/KritiCinema a 1 de Julho de 2007 às 00:20
Citizen Kane, o da "Maria Cheia de Graça" também está muito bom, é verdade!

Simão, são imagens paradas no tempo, e tal como disseste, conseguem por vezes ser resumos do filme plenos de beleza ;)
Continuarei a fazer o meu melhor para manter a qualidade do blog!

Ricardo, ainda me às de mostrar esse poster... LOL

Obrigado a todos pelo apoio!

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

.Agosto 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Os X-Men regressam ao fut...

. O "nada fantástico" Homem...

. I'll be back

. It's that time of the yea...

. Afinal o "Hugo" não é um ...

. E se não há palavras, há ...

. Não há palavras que o des...

. Drivers

. O Natal chegou mais cedo

. Neon-Noir

.Filme da Semana

Uploaded with ImageShack.us

.arquivos

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds