Sábado, 28 de Maio de 2011

O bom velho amigo

 

"Pirates of the Caribbean: On Stranger Tides"

 

 

Jack Sparrow: Did everyone see that? Because I will not be doing it again.

 

 

Até a melhor piada de sempre faz-nos rir mais quando a ouvimos pela primeira vez, do que quando a voltamos a ouvir. Faz parte da natureza do humor. Porém, pode continuar a arrancar-nos sorrisos e a pôr-nos bem dispostos. É um pouco isto que se passa com os Piratas das Caraíbas.

 

Eu sou fã do Johnny Depp, e acho o seu Jack Sparrow um dos melhores (anti)heróis de sempre do Cinema. Agora, nada se vai comparar à aventura em que conheci Jack Sparrow. Nem pensar, esse primeiro encontro foi lendário. Estávamos em 2002, numa altura em que Johnny Depp ainda não era um actor cujo nome toda a gente conhecesse, e dou por mim a ir ver um entretenimento de piratas sobre o qual não sabia absolutamente nada. Ao fim de uns dez minutos estava rendido ao filme e ao cromo criado por Depp.

Apesar de ser uma personagem tão diferente daquilo que estávamos habituados a ver no Cinema, conseguia apaixonar todos os tipos de público. E não demorou muito a tornar-se num ícone, meu e de imensas outras pessoas.

Seguiram-se duas sequelas, que tornaram o universo dos Piratas cada vez mais épico até lhe darem uma mitologia imensa que se distanciava da simplicidade da primeira aventura, mas continuei a adorar os filmes. Encerrou-se um ciclo, chegaram ao fim as histórias das personagens de Keira Knightley e Orlando Bloom, saiu Gore Verbinski da realização, mas Jerry Bruckeimer e a Walt Disney não resistiram a continuar a saga. Afinal, a tentação dos milhões nas bilheteiras é sempre muito grande.

 

Depois das críticas ao terceiro filme o objectivo foi simplificar e fazer algo mais parecido com o primeiro, e a história menos super-épica ajuda a que "Pirates of the Caribbean: On Stranger Tides" acabe por resultar. Mas claro que se nota o cansaço da fórmula. Lá está, as boas piadas resultam sempre melhor à primeira, e já vamos na quarta vez.

A história do vilão que é "o pior pirata de sempre" já é menos intimidante depois de termos tido Barbossa e Davy Jones com essa etiqueta anteriormente, apesar de Ian McShane fazer um bom trabalho como Blackbeard. Foi uma boa decisão terem deixado a tripulação zombificada em segundo plano, porque convenhamos, já vimos uma tripulação-esqueleto e uma tripulação de homens-peixe, estes ao pé desses são uns meninos. Acaba por ser o controlo mágico que Blackbeard tem sobre o seu navio a resultar bastante bem, porque é mais subtil do que os esqueletos e os homens-peixes, e cria uma ameaça interessante que não abusa do CGI.

É também por este motivo que a adição das sereias acaba por ser eficaz, e a personagem de Syrena oferece uma sub-plot interessante (que introduz uns curiosos pózinhos de questões religiosas), porque felizmente se resistiu à tentação de as usar como substitutas da tripulação-peixe de Davy Jones. O sobrenatural parece estar mais sobre controlo neste filme, em vez de brotar de todos os lados como aconteceu no "At World's End". Quanto a isto, podemos provavelmente agradecer ao facto de termos um novo capitão ao leme do projecto, Rob Marshall.

As ameaças acabam por vir mais das motivações das personagens, nomeadamente da relação entre Jack e a sua ex-amada Angelica, uma pirata fogosa bastante apropriada a Penélope Cruz, e dos planos de vingança de um Barbossa que deixou a carreira de pirata, o que aproxima realmente o filme do espírito da primeira aventura.

 

Ver simplesmente Jack Sparrow em acção, a fazer planos à medida que vai avançando, a envolver-se em peripécias mirabolantes e a sair delas com descontracção, os seus maneirismos e a sua forma palavrosa de comunicar, bastam para me deixar bem disposto. Ele é um velho amigo que gostamos sempre de rever, aquele amigo que nos deixará sempre intrigados a pensar "o que é que ele andará a planear agora?". Este seria um bom ponto final na saga, mas a verdade é que estarei sempre disposto a voltar a ver o que é que Jack está a planear, porque há poucos heróis tão apaixonantes como ele.

 

Por muito que qualquer um de nós seja fã de Jack Sparrow, não tenho dúvidas de que o seu maior fã é o próprio Johnny Depp. Jack foi quase na totalidade uma criação de Depp, e é provavelmente a personagem que o actor mais se divertiu a interpretar. Por isto é que não resistiu a regressar, e na verdade, a continuação da saga depende completamente dele. Piratas das Caraíbas É Jack Sparrow, e serão os sentimentos de Depp relativamente às ideas para sequelas que determinarão se o veremos ou não de novo. E eu confio no seu julgamento.

 

 

8/10

 

 

 

publicado por RJ às 23:42
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Antonio Nahud Jr a 30 de Maio de 2011 às 19:41
O blog está muito interessante.
Bravo!
Cumprimentos cinéfilos!

O Falcão Maltês (http://ofalcaomaltes.blogspot.com/)

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

.Agosto 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Os X-Men regressam ao fut...

. O "nada fantástico" Homem...

. I'll be back

. It's that time of the yea...

. Afinal o "Hugo" não é um ...

. E se não há palavras, há ...

. Não há palavras que o des...

. Drivers

. O Natal chegou mais cedo

. Neon-Noir

.Filme da Semana

Uploaded with ImageShack.us

.arquivos

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds