Quarta-feira, 30 de Julho de 2008

O Futuro de Batman

 

"The Dark Knight" está nas salas e é uma obra-prima. Mas o que reserva o futuro para o Cavaleiro das Trevas? Com o sucesso do filme, haverá certamente um terceiro, mas voltará Christopher Nolan?

 

A questão que se coloca é: como superar, ou igualar, a qualidade deste filme, principalmente dado que não poderemos contar com o Joker?

Deverá deixar-se o Joker perdurar com a brilhante interpretação de Heath Ledger, ou poderá apostar-se num novo actor para o papel? E nesse caso, quem?

 

Ao optar por trazer um novo vilão, qual personagem do universo de Batman se adequará melhor ao tom que Nolan deu à história?

Os nomes mais fortes, e aqueles em que eu também apostaria, são os de Catwoman e The Riddler. O maior problema, creio ser encontrar um novo teste e novos obstáculos à moral do herói, que já foi em "The Dark Knight" testada de forma tão intensa. Mas o segredo está na abordagem feita aos personagens, e Nolan já provou ser genial, portanto confio que poderá adaptar bem estes dois vilões.

E em que actor apostariam para interpretar a Catwoman, o The Riddler, ou outro que considerem mais adequado?

 

Isto vai parecer muito pouco original, mas as minhas apostas são as mesmas da Empire:

Para Catwoman, Emily Blunt parece-me acertada.

 

 

No que toca ao The Riddler, também gostaria de ver Casey Affleck no papel. Surpreendeu-me em "Gone Baby Gone" e "The Assassination of Jesse James by the Coward Robert Ford", tendo um potencial enorme. Mostra no grande ecrã possuir um carisma capaz de fazer um vilão interessante, que nas mãos de Nolan se afastaria da interpretação de Jim Carrey em "Batman Forever" e poderia ganhar maior complexidade.

 

 

Agora, espero pelas vossas sugestões...

 

UPDATE: Parece que Angelina Jolie está interessada em interpretar a Catwoman. É uma escolha qe não me agrada, principalmente por parecer demasiado "óbvia" e por ter essencialmente a funçao de atrair pessoas à bilheteira. Neste universo de Christopher Nolan, é necessária uma actriz que saiba compôr uma personagem cativante, e que não se limite a atrair pessoas pela sua fama.

Outra novidade é o rumor que lança o Grande Johnny Depp como um forte candidato a interpretar o The Riddler. Quem por aqui passa conhece a minha admiração por este actor, portanto parece-me uma excelente opção. Depp pode sem dúvida alguma compôr um vilão à altura deste Joker, mas apesar de tudo, acho que Casey Affleck se revelaria uma escolha muito acertada.

 

 

 

publicado por RJ às 16:18
link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito
|

Harry Potter e o Trailer Misterioso

 

Encontrem o teaser trailer para a adaptação do sexto livro da saga de Harry Potter, aqui!

 

Na verdade não é assim tão misterioso, simplesmente serve para aguçar a expectativa no que toca à aventura de fantasia deste Natal. Espero que seja finalmente com "Harry Potter and the Half-Blood Prince" que a saga ganha um maior consenso e começa a agradar mais aos que não estão muito familiarizados com as histórias de J.K. Rowling...

 

Li também há algum tempo que David Yates, o realizador do quinto filme, e deste novo que sairá em Novembro, realizará também a aventura final, dividida em dois filmes. Pessoalmente teria escolhido alguém com maior experiência, e que ainda não estivesse relacionado com a saga, não confio muito nesta decisão.

 

 

 

publicado por RJ às 16:03
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Segunda-feira, 28 de Julho de 2008

Um Esclarecimento

 

Ja ficou claro que "The Dark Knight" é magnífico, mas penso que é necessário esclarecer uma coisa. É que se a obra de Christopher Nolan é superior a todos os outros filmes de super-heróis, é porque, apesar de nos chegar na silly season, é negra, adulta e complexa. Por estas razões, talvez seja melhor avisar os mais distraídos, de que, ao contrário de um "Spider-Man 2", outro excelente filme vindo dos comics, o Cavaleiro das Trevas não será tão apropriado para os pais levarem os filhos ao Cinema num Domingo à tarde...

As histórias do Batman são negras, e o filme não é excepção a tal regra. Na minha sessão, um casal foi forçado a abandonar a sala mais cedo, por culpa de os filhos não estarem a perceber grande coisa, e terem ficado assustados com o Joker e o Two-Face.

 

 

 

publicado por RJ às 15:33
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Sexta-feira, 25 de Julho de 2008

"The Dark Knight"

 

Coração das Trevas

 

Premissa: Bruce Wayne continua a sua luta contra o crime, com a ajuda do Tenente James Gordon, e vê agora no Procurador Distrital Harvey Dent, a hipótese de Gotham ter um herói com rosto. Mas é então que um criminoso conhecido como Joker, dotado de uma mente brilhante, mergulha a cidade no caos...

 

Veredicto: As minhas expectativas para a sequela de "Batman Begins" eram altíssimas, mas mesmo com todo esse entusiasmo criado à volta de imagens que nos fizeram esperar o melhor, fui surpreendido. "The Dark Knight" é ainda melhor do que pensei, e isso, é verdadeiramente extraordinário.

Não me pouparei nas palavras. Esta obra de Christopher Nolan é perfeita. Ultrapassa o anterior e assume-se como uma pura obra-prima da 7ªarte.

 

Sempre achei a questão dos géneros redundante. O facto de muitos pensarem que o género faz o filme, e não o contrário, é absurdo. Pôr esta pérola, esta obra traçada por genialidade, como um banal filme de "acção" ou "super-heróis" entristece-me, pois nunca um filme de um personagem vindo dos comics foi tão negro, tão adulto, tão real e tão profundo. Uma obra-prima pode chegar-nos de qualquer género, pensar o contrário é não respeitar o Cinema.

 

Heath Ledger tem a interpretação da sua vida. O Joker é trazido até nós de forma tão realista, que se torna realmente assustador. É difícil encontrar palavras para descrever semelhante desempenho. É a melhor versão que o grande ecrã viu da personagem, e que provavelmente alguma vez verá. Por muito bom que o de Jack Nicholson tenha sido, não levantava os obstáculos à moralidade do herói que este levanta. Este é brilhante de uma forma que me faz duvidar sobre se alguma vez poderá ser totalmente descrito com simples palavras. A nomeação, e a vitória, nos Óscares seriam merecidas.

 

Tendo o primeiro filme nas suas raízes, questões de natureza humana, que o tornaram uma obra com uma densidade fora do comum, era difícil melhorar tal feito, mas Nolan conseguiu. Os dilemas morais ganham novos contornos e exploram ainda mais a complexa luta para corrigir o mal, e a personalidade do Cavaleiro das Trevas.

Se anteriormente vimos um Bruce Wayne em busca de respostas, e que crê ter encontrado uma forma de combater a injustiça, aqui vêmos que existem coisas capazes de ultrapassar qualquer tipo de lógica, onde a solução pode ser difícil de encontrar.

 

Enquanto símbolo, Wayne torna-se um ideal, torna-se indestrutível, Ganhando rosto, passando a ser um homem, é facilmente currompido. Vê em Harvey Dent, um Cavaleiro Branco de Gotham, um homem que defende os seus ideais e que poderá restaurar a ordem à cidade, mas ao contrário do Batman, uma força capaz de inspirar e aterrorizar o mal, Dent sendo apenas um homem aos olhos dos inimigos da cidade, pode ser destruído, pode ser manipulado para cair nas trevas. O filme acaba por ser sobre esta caída nas trevas, de um personagem com o coração puro.

 

Do lado do mal, o Joker representa um símbolo, mas um símbolo contrário aos princípios do Batman. Os criminosos também ao ganharem um rosto, ao terem um objctivo motivado pela procura de lucro, podem ser combatidos. No entanto, sendo o Joker tal como o Batman um símbolo, mas um símbolo de anarquia, que não é motivado pelo desejo de obter lucro pessoal, mas pelo desejo de mergulhar o mundo no caos, é também indestrutível enquanto ideal do mal.

Enquanto que o Batman age para além da lei, para estabelecer regras num lugar onde elas deixaram de existir, o Joker não tem regras e não conhece limites. É a força do caos, motivada pelo desejo de quebrar as fronteiras e de instalar o pânico, revelando como as pessoas civilizadas se devorarão umas às outras quando as forças que as protegem o deixarem de conseguir fazer. 

Esta mentalidade distante da lógica revela-se no seu ódio pelos esquemas e pelos planos, um dos pontos cruciais da sua personalidade. "Sou um cão a perseguir carros. Não sei o que fazer caso apanhe algum. Apenas faço coisas.". Esta é a verdadeira alma do caos e da anarquia, a ausência de planeamento e o contrariar a ordem. 

Ninguém entra em pânico quando as pessoas "esperadas" morrem, ninguém entra em pânico quando tudo corre de acordo com o planeado, mesmo que o plano seja horrendo. Ao questionar esta mentalidade, ao interferir no que as pessoas estão habituadas a ver e a lidar no seu quotidiano, é instalado o caos.

 

A relação entre o Joker e o Batman é essencial para entender os dilemas do filme. O Joker não tem intenção de matar o seu inimigo pois ao trazer ordem a Gotham, o Batman interferiu com a ordem das coisas, alterou o curso esperado dos acontecimentos, e isto atrai o Joker. Ele acha que o vigilante trouxe demasiada diversão para ser morto, sem ele, voltaria tudo a ser aborrecido. O herói encontra também imensa dificuldade em matar o seu némesis. Fisicamente, este adversário não está à altura dele, a dor dos ataques do Batman dá-lhe prazer, prazer por ver o símbolo da justiça, aproximar-se da loucura dos que defendem o caos. 

 

Uma verdadeira obra-prima. Uma das grandes obras que o Cinema viu nos últimos anos.

 

10/10

 

Memorable Quotes

 

Batman: What did you do?
The Joker: I took Gotham's white knight, and lowered him to our level. It wasn't hard. Y'see, madness, as you know, is like gravity. All it takes is a little...push.

 

The Joker: You'll see, I'll show you, that when the chips are down, these uh... civilized people, they'll eat each other.

 

The Joker: [speaking to Two-Face] Do I really look like a man with a plan, Harvey? I don't have a plan. The mob has plans, the cops have plans. You know what I am, Harvey? I'm a dog chasing cars. I wouldn't know what to do if I caught one. I just *do* things. I'm a wrench in the gears. I *hate* plans. Yours, theirs, everyone's. Maroni has plans. Gordon has plans. Schemers trying to control their worlds. I am not a schemer. I show schemers how pathetic their attempts to control things really are.


The Joker: I am an agent of chaos. And you know the thing about chaos, Harvey? It's fair.
 

Two-Face: You thought we could be decent men in an indecent time. But you were wrong; the world is cruel, and the only morality in a cruel world....is chance.

 

Batman: Why do you want to kill me?
The Joker: [laughs] Kill you? I don't want to kill you! What would I do without you? Go back to ripping off mob dealers? No, no, you... you complete me.
 

Lt. James Gordon: Because he's the hero Gotham deserves, but not the one it needs right now...and so we'll hunt him, because he can take it. Because he's not a hero. He's a silent guardian, a watchful protector...a dark knight.

 

 

 

publicado por RJ às 16:01
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Genial

 

Chega a ser difícil encontrar palavras para descrever esta obra-prima de Christopher Nolan. Ainda assim, espero fazer-lhe justiça, numa crítica a publicar dentro de momentos.

 

 

 

publicado por RJ às 13:42
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quarta-feira, 23 de Julho de 2008

Filme da Semana - "The Dark Knight"

 

Amanhã, chega finalmente às nossas salas aquela que parece ser uma das grandes experiências cinematográficas do ano. Quem desconhece por completo o "The Dark Knight", foi provavelmente enviado até um mundo paralelo, porque até os extraterrestres que circulam diáriamente pela nossa atmosfera contam os dias para a estreia deste filme.

 

A espera está quase no fim... mas vejam novamente o trailer, aqui, vá.

 

 

 

publicado por RJ às 16:02
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Terça-feira, 22 de Julho de 2008

"Predator"

 

Duros de Roer

 

Premissa: Um grupo de guerrilheiros viaja até um país da América do Sul, no que pensa ser uma missão de salvamento, para virem a ser caçados por uma criatura extraterrestre.

 

Veredicto: Antes de se dedicar à política, Arnold Schwarzenegger era um monte de músculo capaz de intimidar o próprio Hulk, e ficou conhecido no grande ecrã por ser um homem de poucas falas, e pelos seus papéis de herói imbatível. Com ele, o lema é disparar primeiro, e nunca perguntar.

 

Este action hero, aqui no papel de Dutch, entra no filme em grande estilo, como é comum nestes personagens: óculos-de-sol e a fumar um charuto. Percebemos logo que é o guerrilheiro mais duro de roer que percorre o planeta. Ficamos depois a saber que a missão é ir a uma selva resgatar alguém, mas isso também pouco interessa. De seguida conhecemos a equipa de resgate: são homens de poucas falas e a sua lista de vocabulário não é vasta, quando abrem a boca é geralmente para se imporem como verdadeiros durões, dizendo coisas como "matar, exterminar, aniquilar", seguido de dois ou três palavrões.

Por aqui percebemos o que vamos ver na próxima hora e meia. Grandalhões na selva, armados até aos dentes, a fazer frente a uma criatura sanguinária. Nada mais.

 

"Predator" é o típico filme de acção que nós homens gostamos de ver de vez em quando, dando asas à parte selvagem da nossa personalidade, acompanhando as desventuras de um grupo de autênticos bárbaros. Está longe das habituais exigências cinematográficas dos "diálogos, caracterização de personagens, argumento original" e palavras caras como "densidade" ou "profundidade". Não vai pôr ninguém a meditar e não vai alterar a percepção que têm daquilo que vos rodeia, mas se souberem encarar o puro divertimento sem inteligência como parte natural das vossas vidas, irão gostar desta experiência. Tem aquele toque de série B, e selvajaria que sabe bem encontrar aos Domingos à tarde.

 

Fará sempre parte de uma lista de filmes recomendados, nem que seja para conhecer um dos monstros mais famosos do Cinema. Mas é impensável compará-lo a "Alien". O filme de Ridley Scott está anos-luz à frente do de John McTiernan, e tem muito mais inteligência. Com a aventura claustrofóbica de Sigourney Weaver, temos a sensação de que acabámos de ver uma excelente obra que soube misturar exemplarmente a ficção-centífica e o terror, o que aqui não acontece. Convem no entanto dizer, que, o mesmo não se aplica ao resto da saga do Alien, já que a diferença para "Aliens" é muito pequena... 

 

Um filme de durões que convem ver com os amigos acompanhado de tremoços, para no fim se poder exclamar que esta é uma obra "do caraças", sem correrem o risco de vos acharem "intelectuais".

 

7/10

 

Memorable Quotes

 

Dutch: If it bleeds, we can kill it.

 

Dutch: He's killing us one at a time...
Billy: Like a hunter.

 

Dutch: [the Predator pulls off his mask] You're one... *ugly* motherfucker!
 

 

 

publicado por RJ às 17:30
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sexta-feira, 18 de Julho de 2008

Duelo de Titãs #3

Desta vez trago-vos um duelo no velho Oeste, sobre a música do genial Ennio Morricone, quando duas personagens de Sergio Leone se encontram...

 

Uma brisa percorre a paisagem árida, e traz o som de uma harmónica a tocar... Começa a ser visível a figura de Charles Bronson, no meio da poeira.

Do outro lado deste palco, um outro homem, vestido com um poncho e o habitual chapéu, ergue os olhos que se cruzam com os do adversário.

Antes de chegar a Frank, o desconhecido vulgarmente chamado de Harmonica, ainda tem de ajustar contas com outro associado do grupo de bandidos... Mas este tem a cabeça a prémio, e Clint EastwoodMan With No Name (tratado ao longo da "trilogia dos doláres" por Joe/Monco/Blondie), quer receber a choruda recompensa... O maior confronto que o Oeste teve o prazer de ver, está prestes a começar. 

 

Harmonica VS Man With No Name

 

Entre estes dois heróis do western spaghetti, qual escolhem como vencedor?

 

 

 

publicado por RJ às 22:25
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|

Inveja

  

 

Nos EUA, já estreou, a Portugal, só chegará na próxima semana. A chamada "dor de cotovelo" não podia ser maior...

 

 

 

publicado por RJ às 13:10
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quinta-feira, 17 de Julho de 2008

Conspirações e Super-Heróis

Acabam de ser divulgadas as primeiras imagens de dois outros filmes bastante aguardados:

 

 

O primeiro é "Body of Lies", uma adaptação de Ridley Scott do livro de David Ignatus, protagonizada por Leonardo DiCaprio e Russell Crowe. Vejam o trailer, aqui!

O outro filme, que tem criado um grande hype, é a adaptação da aclamada graphic novel "Watchmen", levada ao grande ecrã por Zack Snyder, realizador de "300". Encontram o trailer, aqui!

 

Estou com expectativas para a obra desse grande realizador que é Ridley Scott, mas as imagens de "Watchmen", que apenas chegará em 2009, são as que me deixaram mais curioso. O material de base é muito bom, portanto, poderá sair daqui uma excelente adaptação.

 

 

 

publicado por RJ às 22:18
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

.Agosto 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Os X-Men regressam ao fut...

. O "nada fantástico" Homem...

. I'll be back

. It's that time of the yea...

. Afinal o "Hugo" não é um ...

. E se não há palavras, há ...

. Não há palavras que o des...

. Drivers

. O Natal chegou mais cedo

. Neon-Noir

.Filme da Semana

Uploaded with ImageShack.us

.arquivos

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds