Sexta-feira, 30 de Novembro de 2007

Saber Discursar #4

 

 

Para se ser um bom líder, é necessário poder de discurso. Afinal, umas palavras de coragem e glória podem ser bons incentivos, quando se está prestes a entrar em negociações violentas com inimigos numerosos...

Nesta nova rúbrica, vou deixar-vos alguns dos melhores discursos do Cinema. Guerra, política, quem sabe?

 

 


 

 

Hoje trago-vos o discurso de Al Pacino em "Scent of a Woman", filme pelo qual ganhou o Óscar:

 

 

 

 

 

publicado por RJ às 12:59
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Filme da Semana - "Eastern Promises"

 

O novo filme de David Cronenberg tem recebido excelentes críticas, e é um dos mais aguardados de 2007 para mim.

Se tudo correr bem, veremos outra magnífica interpretação de Viggo Mortensen, como em "A History of Violence".

 

O trailer, aqui!

 

 

publicado por RJ às 09:37
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 29 de Novembro de 2007

O Apocalipse Chega a Lisboa

Temam lisboetas, o Dia do Juízo Final abate-se sobre a capital!

 

 

Calma, se já estão à procura do kit de sobrevivência, não será necessário, são apenas os curiosos cartazes da campanha publicitária de "I Am Legend".

Vejam outras cidades em ruínas aqui!

 

 

publicado por RJ às 20:43
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Sorriam... Pela Última Vez

 

Pois o Joker tomou conta da "Empire"...

 

(Ah, e não se esqueçam de ver também os recentes sites virais, aqui e aqui!)

 

 

 

publicado por RJ às 18:30
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

What's New?

 

Podem ver um novo featurette de "Sweeney Todd" e o recentemente lançado, belo site oficial, que devem obrigatoriamente, explorar. Tentem é não manchar a roupa com sangue, são nódoas que custam a sair...

 

Apreciem ainda, novas imagens da quarta aventura do Homem do Chapéu, ou seja, Indiana Jones, aqui!

 

E este poster:

 

 

publicado por RJ às 18:01
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Quarta-feira, 28 de Novembro de 2007

"American Gangster"

 

Premissa: O único polícia honesto da cidade, lança-se na perseguição de Frank Lucas, que, outrora guarda-costas do maior criminoso de Harlem, ocupou o seu lugar...

 

Veredicto: Um filme realizado por Ridley Scott, com Denzel Washington e Russell Crowe, atrai qualquer um à sala de cinema, e promete uma boa obra. E não há dúvida de que "American Gangster" é um bom filme, apenas não chega a ser uma obra-prima.

 

Se esperam um confronto de titãs, enganam-se, são poucas as cenas em que estes se encontram frente-a-frente, e não são cenas dotadas de uma tensão particular. O filme acaba por se tornar mais sobre Frank Lucas, do que uma perseguição a um criminoso.

 

É uma história bastante bem contada, que torna "American Gangster" um filme a merecer visualização, mas é impossível, para mim, negar que Russell Crowe parece ter perdido a sua "energia", não conseguindo marcar, com uma representação pouco convincente. Não só a sua presença no ecrã não se torna marcante, como a sua personagem não é especialmente desenvolvida.

É caso para dar os parabéns a Denzel Washington, esse sim, com uma excelente interpretação, que acaba por "carregar o filme às costas", e este perderia o interesse se Washington não convencesse.

 

Apesar de uma boa fotografia, de desenvolver com muito cuidado a personagem de Frank Lucas, explorando a sua ascensão e queda, e de uma cena de acção final bem filmada, creio que "American Gangster" é um filme dotado de pouco vigor, com um tom quase, light, que acaba por prejudicar a história e a forma como o filme nos cativa ou não.

 

Não estou a dizer que é um filme "aborrecido", é francamente interessante, mas no entanto, dotado de, como já disse, pouco vigor.

 

7/10

 

Memorable Quotes

 

Frank Lucas: [repeated line] My man.

 

Frank Lucas: It don't mean nothing to me for you to show up tomorrow morning with your head blown off.
Detective Richie Roberts: Get in line. That one stretches around the block.

 

Frank Lucas: The man I worked for had one of the biggest companies in New York City. He didn't own his own company. White man owned it, so they owned him. Nobody owns me, though.

 

Frank Lucas: See, ya are what ya are in this world. That's either one of two things: Either you're somebody, or you ain't nobody.

 

 

publicado por RJ às 21:34
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

"S1m0ne"

 

Premissa: Quando um realizador perde a actriz principal do seu filme, e vê uma das suas obras como candidata a nunca atingir o grande ecrã, resolve criar a actriz perfeita para o papel, virtualmente.

 

Veredicto: Esta é uma comédia que agradará a todos os que gostam de Cinema, já que, sendo esta arte uma ilusão, qual será a maior ilusão que nos oferece, ou poderá vir a oferecer?

 

No Cinema vêmos uma Visão que, por muito credível que seja, não é a realidade, e "S1m0ne" fala da maior de todas as ilusões que se podem criar na 7ªarte. Se os actores representam personagens, que, mesmo que baseadas em pessoas que foram ou são reais, a visão proporcionada por um filme é isso mesmo, uma visão, e se os actores não existissem?

 

Victor Taransky, interpretado pelo inspirador Al Pacino, quebra as barreiras e, recorrendo a um programa recentemente descoberto, faz nascer uma estrela, do Nada. Mas o maior problema de todos, é que essa bela mulher que não existe, se torna mais credível e humana do que a maioria dos actores.

S1m0ne faz mover o mundo. E Taransky recusa-se a contar a verdade, recorrendo às mais extraordinárias medidas para que esta não venha ao de cima.

 

Mas estará o realizador condenado a ser controlado pela sua criação? Nem quando este desiste e tenta destruir a carreira da suposta actriz, consegue abalar o amor que o público lhe tem. Algumas estrelas, estão destinadas a brilhar para sempre.

 

Um filme que vos cativará do princípio ao fim, sem qualquer dúvida. Sobre os patamares a que esta amada arte se poderá elevar, e sobre a relação das estrelas, com o sentido de fazer Cinema.

 

7.5/10

 

Memorable Quotes

 

Viktor: Our ability to manufacture fraud now exceeds our ability to detect it.

 

Viktor: I made her.
Elaine: No, Viktor. She made YOU.

 

Simone: I guess what I like most about my movies is that they're not about special effects.

 

Viktor: Creative differences? The difference is, you're not creative.

 

Viktor: You know, it's easier to fool a hundred thousand people than just one.

 

 

 

publicado por RJ às 20:02
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sábado, 24 de Novembro de 2007

Viver o Cinema

 

No seguimento do recente artigo, "O Estranho Mundo de Tim Burton" lanço agora outros artigos onde exploro em mais detalhe as obras deste realizador.

 

Hoje, acompanhamos, Ed Wood!

 

 

 

Para mim, falar sobre "Ed Wood", é como reflectir sobre o que o Cinema significa, e esse era no fundo, o objectivo de Tim Burton.

 

Aqui, acompanhamos aquele que foi votado como o pior realizador de sempre, Edward D. Wood Jr., o seu peculiar grupo de amigos, tal como ele, inadaptados, e a sua luta para triunfar na indústria cinematográfica.

 

Não... não penso que tenha sido sobre isso. Nunca foi sobre "triunfar", aliás, não considero correcto pensar em "Ed Wood" como uma história de triunfo, é uma história de algo extraordináriamente mais importante.

 

A mensagem do filme vai muito mais além do que lutar contra a adversidade, pois ele representa uma lição para todos os que querem triunfar, mostra-lhes que triunfar, não é, de longe, o mais importante.

 

 

É um retrato da personagem do Visionário. Aquele que arrisca uma visão diferente, para elevar a arte a outro patamar, que independentemente de ser bom ou não, o fez. E o fez, como queria que fosse, como o sentia e como o imaginava. Porque o Cinema é uma pequena Visão, que pode significar um milhão de coisas diferentes, e por isso é que é fantástico.

 

Se os filmes de Ed Wood são os piores filmes jamais realizados, não interessa. O que interessa, é que, pior realizador ou não, sentia aquilo que todos os amantes sentem, a Magia do Cinema e o sentimento especial que confere ao coração de cada um. "Ed Wood" é um filme, feito para os que amam a 7ªarte, e uma deslumbrante homenagem a esta.

 

A mensagem do Cinema é que, não interessa se é bom ou mau, desde que sejamos Nós, do fundo do coração.

Fizemo-lo bem? Fizemo-lo mal? O que interessa é que, o que aquela fita representa somos nós, é a nossa paixão. Porque antes de compreendermos o Cinema, temos de o sentir, de o Viver.

 

Muitas vezes perguntam-me porque gosto de Cinema. A resposta que dou, é que gosto de Cinema, porque foi desde sempre a arte que mais "falou" comigo. Fez-me sentir coisas impressionantes, e olhar a vida com outros olhos.

Outra pergunta que me podem fazer, é, porque gosto de "Ed Wood". Gosto de "Ed Wood" porque é dos filmes que mais incorpora, o que o Cinema me faz sentir, e esse é o maior elogio que lhe posso fazer.

 

 

 

publicado por RJ às 10:52
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Quarta-feira, 21 de Novembro de 2007

Alguém Tem Dúvidas...

 

 

... de que o Grande Johnny Depp sabe cantar?

 

É que, se tem, pode deixar de as ter, ao ver este vídeo:

 

 

 

publicado por RJ às 22:14
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Terça-feira, 20 de Novembro de 2007

Esse Filme Sobre o Qual Tanto Falam...

 

 

O novo filme de J.J. Abrams, conhecido por "Cloverfield" é um dos maiores motivos de conversa dos cinéfilos nos dias que correm...

Saiu recentemente um novo trailer que podem ver aqui!

 

O meu primeiro pensamento foi, obviamente: "Oh não, o Godzilla voltou!".

E não é que parece ser mesmo o caso?

 

OK, a campanha publicitária está a ter  a sua piada, o filme até tem um aspecto curioso, e ver a cabeça da Estátua da Liberdade a voar é o sonho de qualquer um daqueles tipos que aguarda com expectativa o dia do Juízo Final, mas pensar que tem como argumento "mais um" monstrengo de proporções épicas a passear por New York, não me deixa muito entusiasmado...

 

Já agora, parece que podem ver o dito cujo neste vídeo (sobre o qual tomei conhecimento através do ComingSoon.net)...

 

 

 

...isto, se conseguirem identificar alguma coisa de significativo nas imagens, 'tá claro.

 

Quanto a mim, por agora ainda não estou muito entusiasmado... É esperar para ver se o que sai daqui é mais do que um conto de, one monster in a big city.

 

 

publicado por RJ às 22:09
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

.Agosto 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Os X-Men regressam ao fut...

. O "nada fantástico" Homem...

. I'll be back

. It's that time of the yea...

. Afinal o "Hugo" não é um ...

. E se não há palavras, há ...

. Não há palavras que o des...

. Drivers

. O Natal chegou mais cedo

. Neon-Noir

.Filme da Semana

Uploaded with ImageShack.us

.arquivos

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds