Segunda-feira, 18 de Janeiro de 2010

Globos de Ouro 67

 

 

Aqui ficam os principais vencedores dos Globos de Ouro de ontem à noite:

 

Melhor Filme (Drama) - "Avatar"

Melhor Filme (Comédia/Musical) - "The Hangover"

Melhor Realizador - James Cameron ("Avatar")

Melhor Actor Principal (Drama) - Jeff Bridges ("Crazy Heart")

Melhor Actriz Principal (Drama) - Sandra Bullock ("The Blind Side")

Melhor Actor Principal (Comédia/Musical) - Robert Downey Jr. ("Sherlock Holmes")

Melhor Actriz Principal (Comédia/Musical) - Meryl Streep ("Julie and Julia")

Melhor Actor Secundário - Christoph Waltz ("Inglourious Basterds")

Melhor Actriz Secundária - Mo'Nique ("Precious")

Melhor Argumento - Jason Reitman e Shelton Turner ("Up in the Air")

 

Podem ver a lista completa aqui!

 

Apesar da boa surpresa que foi Robert Downey Jr. vencer por "Sherlock Holmes", e da mais que merecida vitória de Christoph Waltz, dados os absurdos vencedores das categorias de Melhor Filme - Drama e Melhor Realizador, acho que estes prémios perdem credibilidade a cada ano que passa.

 

Acho que as vitórias de "Avatar", (a. k. a. "Pocahontas Espacial"), em Melhor Filme - Drama e Melhor Realizador presagiam que o filme se torne um dos mais sobrevalorizado de sempre. E o meu maior receio, é que esta vitória se repita nos Óscars, coisa que me parece ser bem provável...

É também a prova definitiva de que James Cameron é um dos tipos mais poderosos da indústria. Sim, o filme tem excelentes efeitos visuais, mas não estamos a falar de Melhor Blockbuster, mas de melhor filme dramático!

Será que fui o único a achar a história tão pouco original que me escapou a suposta carga dramática do filme? É que isto é na verdade um grande feito para um realizador que se limitou a acrescentar naves espaciais à história da Pocahontas...

 

Se esta vitória é uma espécie de prémio a Cameron por ter revolucionado o 3D, então dêem-lhe um prémio de efeitos visuais. Dar-lhe estes Globos só me faz pensar que de facto, o senhor deve ter muitos amigos no ramo.

É a única resposta que me ocorre para explicar de forma lógica esta vitória, quando tinha como adversários um "Up in the Air" que me parece excelente, e principalmente um "Inglourious Basterds" que é, simplesmente, um dos melhores filmes que vi em toda a minha vida.

A minha esperança de ver vencedores justos na noite de Óscars de 7 de Março deste ano é agora muito pequena... Mas pode ser que, por uma ocorrência mágica qualquer, Quentin Tarantino saia vencedor...

 

Estes prémios dados ao "Pocahontas Espacial", são só mais duas vitórias absurdas para a História dos prémios de Cinema, que tantas vezes "meteram a pata na poça".

A conclusão a tirar? Valem o que valem: muito pouco.

 

 

 

publicado por RJ às 15:27
link do post | comentar | favorito
|
13 comentários:
De jonasnuts a 19 de Janeiro de 2010 às 09:31
Este post está em destaque na Homepage do SAPO, tab "Cinema".
De Tiago a 19 de Janeiro de 2010 às 11:38
Em primeiro lugar Inglorious Basterds so vale pelo dialogo nao tem intensidade nenhuma...em segundo lugar Avatar revolucionou e por isso merece compensações por quinze anos dedicados a realização e mt esforço.Agora tmb vais dizer que o spielberg ou o michael bay so ganham o que ganham pq sao poderosos... enfim-.-
Bom post
De Ana Rangel a 19 de Janeiro de 2010 às 17:12
Que "Avatar" é excelente em efeitos especiais (penso) que ninguém discute - assim como "Titanic" foi no seu tempo.

Mas o argumento é do mais pobre que pode haver em temos de originalidade - assim como "Titanic" foi no seu tempo (esta repetição não é erro do blog ;).

Será que o globo de "Melhor Filme - Drama" não deveria contemplar todos os aspectos e não apenas os efeitos especiais ?

Quanto a "Inglorious Bastards" dizer que "não tem intensidade nenhuma"...relembro apenas quando o nazi vai a casa do camponês ou quando reencontra Shosanna no cinema... claro que se pode falar de intensidade 3D - mas isso já não é drama...E esse foi o globo de ouro que "Avatar" ganhou :(
De LuísFerreira a 19 de Janeiro de 2010 às 13:35
Infelizmente vou ter que concordar o que é referenciado no post . Vi "Avatar" e adorei - embora também o ache sendo um Pocahontas Futurista" e para adultos.
Pode ser de facto um filme revolucionário, mas NÃO pelo filme em si - refiro-me a argumento, etc. - mas sim pelos efeitos visuais.
É verdade que pode merecer vários prémios, mas somente nas categorias técnicas como efeitos visuais, som, e até fotografia... mas NUNCA, NUNCA como o MELHOR DRAMA DE 2009.
Enfim... Vamos ver o que nos trás os Oscares.
De Miguel Pereira a 19 de Janeiro de 2010 às 14:06
E pá, nem acredito no que estou a ler, como é que colocam um link para artigo como este no pagina inicial do sapo, eu vi a gala dos globos de ouro e fiquei curioso para ver o que achavam das surpresas e das desilusões, mas quando li até me deu volta ao estômago, é uma opinião e eu respeito, mas é uma claramente do contra, dizer que o Avatar não merece o prémio é algo que não cabe na cabeça de ninguém que tenha visto os filmes, eu vi o Inglorious Basterds, sim gostei, mas apesar de gostar de voltar a ver e rever várias vezes os filmes que despertam algo dentro de mim, este não foi o caso para com o Inglorious Basterds, o único que me marcou do filme foi o personagem do coronel interpretado por Christoph Waltz, merecedor sem duvida do prémio, agora, o Avatar vi e não descanso enquanto não voltar a ver (se tudo correr bem, amanhã), história algo genérica, sim, mas vem executada, o que é certo é que o filme Avatar desperta em quem o vê emoções e sensações que à muito não sentiam no cinema, é como ir ao cinema a primeira vez quando criança, é isto que é ser eficaz no objectivo do cinema em si, entreter e transportar o espectador para outra realidade, seja ela fantástica, ou histórica, ou outra qualquer, não tiro mérito aos outros filmes, mas não tem hipótese contra o Avatar
De Maria Moreira a 20 de Janeiro de 2010 às 01:53
Finalmente, alguém faz um comentário com pés e cabeça! Obrigada, Miguel Pereira. Também sou fã do filme e também me preparo para ir rever ao cinema. De facto, nem só de argumento vive um filme. Cada vez mais o cinema é espectáculo e não apenas um conjunto de diálogos profundos que encontramos facilmente num bom livro, por exemplo. O cinema exige muito mais e um espectáculo puro como é Avatar merece um reconhecimento. Bem sei que a história é linear e rebuscada, ao estilo "conto de fadas", mas estão lá algumas mensagens importantes, como o que o homem é capaz de fazer por ganância, ou relativas por exemplo ao respeito pelo outro e pelo seu habitat. Parecem de um filme educativo para crianças? Pois é, mas infelizmente há muitos adultos a precisar deste tipo de "educação". Aliás, pelos comentários destrutivos, particularmente o post inicial, fica bem claro que "respeito pelo outro" é coisa que não abunda... Não admira que não achem este tipo de argumento "intenso". Parabéns aos James Cameron , por mais uma obra-prima, como foi Titanic na altura (também não é erro).
De Jackie Brown a 19 de Janeiro de 2010 às 16:55
Antes de mais, parabéns pelo blogue e convido-te a visitares o meu (até porque me parece que vamos colaborar juntos, no futuro ;)

Quanto ao post, eh pah não há nada a acrescentar. Concordo com absolutamente TUDO o que escreveste. Tudo mesmo.

Cumprimentos
De Diana a 19 de Janeiro de 2010 às 18:52
Concordo com tudo!
Mas talvez a história não se repita nos óscares...
De Observador a 19 de Janeiro de 2010 às 19:58
Como todas as opiniões valem o que valem, acrescento mais uma. O cinema de hoje em dia não pode ser visto apenas na perspectiva de argumento, pois o conceito de um filme é entreter os espectadores de uma forma que eles se sintam satisfeitos na sua visualização. Infelizmente ainda existem muitos criticos que ainda não entenderam a evolução do cinema e continuam presos ao argumento. Avatar é um bom filme de entretenimento e com imensas novidades tecnológicas e visuais, apesar do fraco argumento, devendo ser visto nesse contexto, mas cumpre perfeitamente a sua missão de deixar o espectador satisfeito (por alguma razão é o filme mais visto). Existem filmes com grandes argumentos mas que depois falham na realização ou na interpretação acabando por nos deixar o espectador frustrado. A critica de cinema não pode manter-se agarrada aos critérios do século passado e terá de evoluir para todo o novo conceito audiovisual que envolve os filmes de hoje. Quer gostemos ou não, Avatar já é o 2º filme mais visto mundialmente, logo atrás de Titanic, outro filme de James Cameron!!
De RJ a 20 de Janeiro de 2010 às 15:18
Antes de mais gostava de agradecer o destaque na página de Cinema do Sapo, e de agradecer a todas as pessoas que comentaram, (afinal, os blogs servem mesmo para o debate de ideias).

Gostaria também de deixar claro que respeito todas as opiniões, desde que não sejam insultuosas, (daí este blog ter comentários moderados).
Que fique também claro que não desgostei completamente de "Avatar". Na crítica que fiz ao filme e que já publiquei aqui, dei-lhe inclusive um 7/10, por ser um bom entretenimento, não me parece que esta pontuação seja a de alguém que detesta o filme.

Tiago, respeito a tua opinião, mas concordo com a Ana Rangel. O filme é revolucionário, mas técnicamente, por isso mereceria compensações em categorias técnicas. Para mim, nunca poderá ser o que de melhor se fez em Drama este ano.
Quanto ao "Inglourious Basterds", tudo bem, não concordo contigo, acho que o filme possui uma intensidade fora do comum, mas tens direito à tua opinião.

Ana Rangel, como ficou claro no post, concordo contigo.

Luís Ferreira, idem idem, aspas aspas... Merece de facto vencer prémios nas categorias técnicas, mas não é o melhor Drama do ano.

Miguel Pereira, quanto a não concordares com o destaque deste post, tudo bem, estás no teu direito, mas quanto a isso só tenho a dizer que uma opinião de alguém que concorda com a atribuição de um prémio é tão válida como a de alguém que não concorda.
Não sei se consigo perceber completamente o que queres dizer com esta ser uma "opinião claramente do contra". Se queres dizer que sou uma pessoa que gosta de ter uma opinião contrária à da maioria, só para chatear essa maioria, garanto-te que não retiro qualquer prazer de chatear quem quer que seja, tanto uma maioria como uma minoria. Se consideras que todas as pessoas que pensam de forma diferente da maioria só o fazem para chatear, não me parece que respeites completamente a existência de perspectivas diferentes da tua.
Quanto a teres achado o filme mágico acho fantástico. Se o filme significou isso para ti, então óptimo, mas o que significa para ti não tem de ser o que significa para todas as outras pessoas. Certamente que muitos filmes que eu acho mágicos e que me despertaram essa sensação de ir ao cinema pela primeira vez, são filmes dos quais tu não gostas.

Maria Moreira, sim, o Cinema é um espectáculo, mas vale também como um todo. Não tem de facto de ser só diálogos profundos, mas estes fazem tão bem ao espectador quanto batalhas espaciais ou perseguições de vez em quando.
Não percebo a tua acusação de não abundar por aqui respeito pelo outro. Ou será que para ti, não ter respeito é pensar de forma diferente?
Acho que o facto de ter aprovado o teu comentário, mostra perfeitamente que respeito todas as opiniões, e aprovo todos os comentários desde que não sejam insultuosos para mim, ou para qualquer outra pessoa.

Jackie Brown, obrigado pelas palavras de incentivo. Já passei pelo teu blog e gostei bastante do que vi, parabéns pelo teu espaço, também ;)

Diana, sim, talvez não se repita nos óscares, mas não estou muito confiante quanto a isso. Beijinhos ;)

Observador, sim o Cinema é também entretenimento, mas não me parece que a evolução do Cinema passe por deixar de valorizar a existência de bons argumentos. "Avatar" é rico em novidade tecnológica, e sem dúvida que no campo visual é muito bom. Acho-o um bom entretenimento, mais eficaz que muitos que vêmos todas as semanas estrear, mas ainda assim como filme, como um todo, é uma obra fraca.
Não acho que bons argumentos sejam "critérios do século passado". A evolução não passará por se deixar de pensar em boas histórias, quando o Cinema consiste precisamente em contar boas histórias.
Vejo muitos filmes fracos que me conseguem entreter, sei lá, um "Transformers" por exemplo, mas não é por isso que os considero grandes filmes.
Mas existem filmes ricos visualmente que são bons filmes. "Star Trek" por exemplo, é um filme de entretenimento com excelente argumento e uma óptima construção de personagens.

Cumprimentos a todos, e mais uma vez, obrigado!
De Miguel Pereira a 21 de Janeiro de 2010 às 01:58
Vim de ver o Avatar de novo, peço desculpa ao autor do artigo pelos comentários algo impulsivos que fiz no meu primeiro post, mas tinha visto o filme e a entrega dos globos de ouro e só via Avatar à minha frente, e depois deparei-me com este artigo e foi como um balde de agua fria he he he =p mas já passou, isto não quer dizer que tenha mudado de opinião quanto ao que acho dos filmes, eu não acho que o argumento deve ser menosprezado num filme, ou qualquer aspecto do filme, tudo faz parte do conjunto que é um filme, um bom argumento com má execução pode ficar atrás de um argumento simples bem explorado e dado a entender ao espectador, com isto não quero dizer que o Inglorious Basterds tenha algum aspecto mal executado, o problema é que o Avatar no seu conjunto total soma mais pontos que o Inglorious Basterds, no meu ver claro está. Não digo que sejas do contra só para chatear, para dizer a verdade era mais no sentido de que ser diferente da maioria é que se destaca o individuo, mas o certo, e pelos comentários que vi aqui, com certeza haverá muita gente que acha o mesmo que tu, mas lá está, se todos fossemos iguais e gostássemos das mesmas coisas ou filmes não tinha piada, com certeza que haverá filmes em que ou dois tenhamos opiniões mais acordes, ou não =p mas acredito que sim. Gosto de filme que despertem emoções, que mergulhem o espectador numa realidade diferente, isto não quer dizer porém, que goste de filmes só de acção ou cheios de efeitos especiais, tenho entre os meus preferidos filmes como Lost in Translation, que apesar de ser discreto no seu argumento e no conjunto em geral faz sentir algo que os outros não faz, Adoro também; Braveheart, Akira, The Fountain, Matrix e muitos outros mais. Não costumo escrever em forúms nem blogs, etc mas é bom discutir com outras pessoas pontos de vista e gostos acerca de cinema, obrigado à Maria Moreira por apoiar o meu comentário, estava a ver que ninguém partilhava a minha opinião =p bem, que mais e melhores filmes venham este ano para o pessoal poder ver e discutir.
De RJ a 22 de Janeiro de 2010 às 22:31
Tudo bem Miguel, acho que nos entendemos mutuamente. "Agree to disagree", e acho que não é preciso dizer mais nada,
É mesmo esse espírito de debate que é bom! Que continues a visitar este cantinho e a deixar opiniões caso queiras, é tudo o que posso desejar, de ti e de todos os outros que por aqui passem ;)

Cumprimentos!
De Bruno a 20 de Janeiro de 2010 às 21:54
O Cinema é isto mesmo, uma panóplia de sensações e emoções que provocam diferentes efeitos e opiniões a cada um de nós. O Avatar claramente que é um filme estupendo, apresentando uma forma revolucionária de realizar filmes.

Os efeitos especiais não podem ser o único item a ser apreciado. Temos que ser capazes de avaliar o filme globalmente, e penso que o argumento não é nada de especial. Agora a forma de visualização desse mesmo argumento é que nos fascina levando-nos para uma outra galáxia.

RJ, o teu blog, o qual já acompanho desde o início, é uma referência na blogsfera cinematográfica e as tuas avaliações são bastante assertivas e com uma perspicácia notável.
Continua no bom caminho!

Abraço forte

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

.Agosto 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Os X-Men regressam ao fut...

. O "nada fantástico" Homem...

. I'll be back

. It's that time of the yea...

. Afinal o "Hugo" não é um ...

. E se não há palavras, há ...

. Não há palavras que o des...

. Drivers

. O Natal chegou mais cedo

. Neon-Noir

.Filme da Semana

Uploaded with ImageShack.us

.arquivos

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds