Quarta-feira, 3 de Dezembro de 2008

"Quantum of Solace"

 

O Caminho do Consolo

 

Premissa: Traído pela mulher que amava, James Bond lança-se numa busca pela organização que a manipulou, que o leva até um ambientalista sem escrúpulos com ligações a um ditador da América do Sul.

 

Veredicto: Para já, aconselha-se uma coisa: se estão a pensar em ir ver "Quantum of Solace" é indispensável que vejam "Casino Royale", em primeiro lugar, pois ao contrário do que acontece na restante saga de 007, este é mesmo uma sequela, e começa exactamente onde o filme de Martin Campbell terminou.

 

Marc Forster, aqui no seu primeiro blockbuster, dá um cunho pessoal à história, conseguindo continuar o que foi feito anteriormente, mostrando uma personagem, o mais humana possível. O entreternimento está lá, e as cenas de acção do filme são das melhores que a saga tem para mostrar, mas não, não regressámos aos dias de "Die Another Day", com carros invisíveis e satélites que derretem gelo.

 

As coisas que faziam dos filmes deste agente secreto, aquilo que eram no passado, (como os gadgets, a excentricidade a pedir  martinis, as personagens femininas, meramente ilustrativas, e o facto de raramente "sujar as mãos"), que já haviam sido postas de lado em "Casino Royale", continuam de lado, e muito bem. Tal como é dito por Forster, há alguns anos os gadgets pareciam fascinantes, mas no presente, em que estamos rodeados dos mais surpreendentes avanços tecnológicos, nada disso parece interessar tanto, e é hoje mais usado em comédia. Os próprios vilões, também se tornaram mais reais.

É uma nova Era para um James Bond, finalmente adequado ao tipo de espectadores que o Cinema hoje tem.

 

A maioria das críticas feitas a este novo capítulo, da já consideravelmente grande saga de uma das mais populares personagens vindas da terra de Sua Majestade, é a de que possui demasiada acção, logo a começar na abertura do filme.

Para já, diria, em defesa dessa cena de abertura, (seguramente uma das melhores perseguições que vi nos últimos tempos), que está dentro dos parâmetros daquilo que os filmes da saga sempre fizeram: começar com uma cena de acção. Em relação ao resto, acho que nunca podemos deixar passar ao lado a grande componente de entreternimento que James Bond sempre trouxe, e se é verdade que com o filme anterior se tentou dar um tom mais sério à personagem, também é verdade que "Quantum of Solace" pode ser de pequena duração e ter diversas sequências de acção, mas a componente "humana" não foi esquecida.

"Casino Royale" tinha, é certo, um tom diferente, marcado por menos "espectáculo", mas aqui continuamos a ver um Bond diferente de tudo o que a saga já nos mostrou: amargurado, mais violento do que nunca e frio. Diferente do anterior, sem dúvida, mas nunca um mau filme.  

 

Daniel Craig continua a ser a encarnação perfeita, e incomparável de James Bond, justificando todos os elogios que lhe são feitos desde a primeira aventura na pele da personagem, afastando-se do charme, e virando-se para um tom mais real. Difícil de comparar às restantes encarnações do agente secreto? Sim. Mas o melhor, se me pedirem para escolher um.

Bond-girl continua a ser mais do que uma "peça decorativa", mas a sexy Olga Kurylenko, ainda que a desempenhar uma companheira mais interessante do que a maioria, não consegue estar ao nível da Vesper Lynd de Eva Green.

 

Nunca poderemos esquecer, tal como o realizador também refere, que este e o seu antecessor, devem ser vistos como apenas um filme, e bem que poderiam sê-lo (ainda que um filme de umas quatro horas). É verdade que poderia ser maior, para não dar a sensação de que a acção preenche demasiado tempo, mas é uma continuação digna, para o caminho agora traçado ao Sr. Bond. Explosivo, mas não apenas em pirotécnia, também nas emoções que vêmos preencherem a personagem principal, mais humana e credível, do que nunca.

 

8/10

 

Memorable Quotes

 

M: I thought I could trust you. You said you weren't motivated by revenge.
James Bond: I am motivated by my duty.
M: I think you're so blinded by inconsolable rage that you don't care who you hurt. When you can't tell your friends from your enemies, it's time to go.
James Bond: You don't have to worry about me.

 

M: It'd be a pretty cold bastard who didn't want revenge for the death of someone he loved.

 

Camille: You lost somebody?
James Bond: I did.
Camille: You catch who ever did it?
James Bond: No, not yet.
Camille: Tell me when you do, I'd like to know how it feels...

 

James Bond: I don't think the dead care about vengeance.
 

 

 

publicado por RJ às 17:54
link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De T-666 a 4 de Dezembro de 2008 às 05:43
RJ, vai ver isto rápido antes que seja retirado!!!

http://www.youtube.com/watch?v=X06SzwVqO84&fmt=18

Um video que alguém capturou da TV com novas (e má qualidade) imagens do Terminator Salvation. É capaz de ser do novo trailer que ainda não saiu cá para fora! Sê rápido!!!
De T-666 a 4 de Dezembro de 2008 às 18:22
RJ, este tem melhor qualidade:

http://www.youtube.com/watch?v=bw_hALL7zqg&fmt=18
De T-666 a 8 de Dezembro de 2008 às 23:39
Terminator Salvation Scans

http://blog.livedoor.jp/bale19740130/archives/51160820.html

Novo trailer deve sair amanhã, talvez o mais tardar sexta feira já o devo ver/ter.
De Sam a 9 de Dezembro de 2008 às 09:54
Caro KritiCinema,

O Keyzer Soze’s Place convida o moderador deste blogue a participar na votação dos Óscares de Marketing Cinematográfico, iniciativa que nomeará o melhor em publicidade de Cinema no ano de 2008.

A votação pode ser efectuada em http://sozekeyser.blogspot.com/2008/12/scares-de-marketing-cinematogrfico.html.

Desde já, apresento o meu profundo agradecimento na tua disponibilidade para participar nesta iniciativa.

Cumprimentos cinéfilos!
De T-666 a 10 de Dezembro de 2008 às 02:00
Novo trailer em ALTA DEFINIÇÃO já está disponivel!!!

Terminator Salvation
-------------------------------
http://www.apple.com/trailers/wb/terminatorsalvation/hd/

E sim, é diferente daquele japonês!

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

.Agosto 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Os X-Men regressam ao fut...

. O "nada fantástico" Homem...

. I'll be back

. It's that time of the yea...

. Afinal o "Hugo" não é um ...

. E se não há palavras, há ...

. Não há palavras que o des...

. Drivers

. O Natal chegou mais cedo

. Neon-Noir

.Filme da Semana

Uploaded with ImageShack.us

.arquivos

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds