Sábado, 20 de Setembro de 2008

"WALL·E"

 

A Odisseia de um Improvável Herói

 

Premissa: WALL·E é um pequeno robô destinado a passar a eternidade sozinho a limpar um planeta Terra que se tornou inabitável, até ao dia em que chega EVE, que leva WALL·E numa viagem pelas estrelas, para salvar os seres humanos.

 

Veredicto: Não é mentira que a animação é um género que, de “assunto dos mais novos” passou a um patamar da 7ªarte em que é por vezes mais apreciada até por adultos. “WALL·E”, seguindo um também muito bom, “Ratatouille”, vem reafirmar isto. E a verdade, é que se foram tecidos imensos elogios à jornada que transformou um rato talentoso num cozinheiro de sucesso, a de um pequeno e inocente robô, que nos alerta para os males de uma sociedade em que se polui e consome cada vez mais, e que acaba por salvá-la ao perseguir a vontade de um amor que, de artificial, pouco ou nada tem, é ainda mais enternecedora, ainda mais humana e arrebatadora. Porque quando uma obra-prima nasce, pode nascer das mãos de qualquer um, vinda de qualquer lugar.

 

Nesta visão negra do futuro do nosso planeta, intermináveis arranha-céus de lixo e sujidade são a única prova de que algum tipo de vida “inteligente” passou neste outrora planeta azul, o que sobra da beleza e magia de um lugar que os próprios seres-humanos deixaram de recordar. Os tecnológicamente evoluídos, mas aos quais um robô apaixonado de olhos sonhadores ainda muito pode ensinar, vivem empanturrados, não no lixo que WALL·E diáriamente apanha, mas no seu outro lixo, a epidemia do consumo, a única coisa que lhes preenche a vida, alimentando-os incansávelmente à medida que deixam de poder pensar e até de se poder mover.
Do seu lar não recordam nada. Não conhecem o prazer de proporcionar alegria a alguém, o contentamento das noites outrora passadas a segurar a mão de uma pessoa amada, porque deixaram de amar, enclausurados num mundo gigante, metálico e frio gerido por máquinas, construído pelas mãos destes seres humanos do futuro que, procurando salvação longe de um planeta que se tornou inabitável, acabaram por fazer uma prisão com séculos, destinada a fazê-los sobreviver, nunca a fazê-los viver.
 
“WALL·E” é um filme feito para nos salvar, enquanto ainda há tempo. Para que não tenhamos de esperar por um dia em que aquilo que resta de pequenas imagens em movimentos, o que resta de um filme, retrato da paixão entre duas pessoas, e a beleza e luminosidade ainda contida nos objectos que preencheram as nossas rotinas, ensinem uma pequena máquina, confinada a viver nos destroços da civilização, a desenterrar os sentimentos que noutros tempos comandaram as vidas dos Homens.
 
Mais do que uma obra-prima vinda de uma fenomenal equipa criativa, é uma fábula sobre o destino reservado aos lugares maravilhosos, quando os que os habitam perdem a capacidade de se maravilharem.

 

9/10

 

Memorable Quote

 

Voice in commercial: Too much garbage in your place? There is plenty of space out in space! BnL StarLiners leaving each day. We'll clean up the mess while you're away.

 

Captain: Out there is our home - Home, AUTO! - and it's in trouble. I can't just sit here and do nothing. That's all I've ever done! That's all anyone has ever done on this blasted ship - nothing!
AUTO: In space we will survive.
Captain: I don't want to survive, I want to live!

 

Captain: Computer, define sea.
 

 

 

publicado por RJ às 00:01
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

.Agosto 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Os X-Men regressam ao fut...

. O "nada fantástico" Homem...

. I'll be back

. It's that time of the yea...

. Afinal o "Hugo" não é um ...

. E se não há palavras, há ...

. Não há palavras que o des...

. Drivers

. O Natal chegou mais cedo

. Neon-Noir

.Filme da Semana

Uploaded with ImageShack.us

.arquivos

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds