Sexta-feira, 25 de Julho de 2008

"The Dark Knight"

 

Coração das Trevas

 

Premissa: Bruce Wayne continua a sua luta contra o crime, com a ajuda do Tenente James Gordon, e vê agora no Procurador Distrital Harvey Dent, a hipótese de Gotham ter um herói com rosto. Mas é então que um criminoso conhecido como Joker, dotado de uma mente brilhante, mergulha a cidade no caos...

 

Veredicto: As minhas expectativas para a sequela de "Batman Begins" eram altíssimas, mas mesmo com todo esse entusiasmo criado à volta de imagens que nos fizeram esperar o melhor, fui surpreendido. "The Dark Knight" é ainda melhor do que pensei, e isso, é verdadeiramente extraordinário.

Não me pouparei nas palavras. Esta obra de Christopher Nolan é perfeita. Ultrapassa o anterior e assume-se como uma pura obra-prima da 7ªarte.

 

Sempre achei a questão dos géneros redundante. O facto de muitos pensarem que o género faz o filme, e não o contrário, é absurdo. Pôr esta pérola, esta obra traçada por genialidade, como um banal filme de "acção" ou "super-heróis" entristece-me, pois nunca um filme de um personagem vindo dos comics foi tão negro, tão adulto, tão real e tão profundo. Uma obra-prima pode chegar-nos de qualquer género, pensar o contrário é não respeitar o Cinema.

 

Heath Ledger tem a interpretação da sua vida. O Joker é trazido até nós de forma tão realista, que se torna realmente assustador. É difícil encontrar palavras para descrever semelhante desempenho. É a melhor versão que o grande ecrã viu da personagem, e que provavelmente alguma vez verá. Por muito bom que o de Jack Nicholson tenha sido, não levantava os obstáculos à moralidade do herói que este levanta. Este é brilhante de uma forma que me faz duvidar sobre se alguma vez poderá ser totalmente descrito com simples palavras. A nomeação, e a vitória, nos Óscares seriam merecidas.

 

Tendo o primeiro filme nas suas raízes, questões de natureza humana, que o tornaram uma obra com uma densidade fora do comum, era difícil melhorar tal feito, mas Nolan conseguiu. Os dilemas morais ganham novos contornos e exploram ainda mais a complexa luta para corrigir o mal, e a personalidade do Cavaleiro das Trevas.

Se anteriormente vimos um Bruce Wayne em busca de respostas, e que crê ter encontrado uma forma de combater a injustiça, aqui vêmos que existem coisas capazes de ultrapassar qualquer tipo de lógica, onde a solução pode ser difícil de encontrar.

 

Enquanto símbolo, Wayne torna-se um ideal, torna-se indestrutível, Ganhando rosto, passando a ser um homem, é facilmente currompido. Vê em Harvey Dent, um Cavaleiro Branco de Gotham, um homem que defende os seus ideais e que poderá restaurar a ordem à cidade, mas ao contrário do Batman, uma força capaz de inspirar e aterrorizar o mal, Dent sendo apenas um homem aos olhos dos inimigos da cidade, pode ser destruído, pode ser manipulado para cair nas trevas. O filme acaba por ser sobre esta caída nas trevas, de um personagem com o coração puro.

 

Do lado do mal, o Joker representa um símbolo, mas um símbolo contrário aos princípios do Batman. Os criminosos também ao ganharem um rosto, ao terem um objctivo motivado pela procura de lucro, podem ser combatidos. No entanto, sendo o Joker tal como o Batman um símbolo, mas um símbolo de anarquia, que não é motivado pelo desejo de obter lucro pessoal, mas pelo desejo de mergulhar o mundo no caos, é também indestrutível enquanto ideal do mal.

Enquanto que o Batman age para além da lei, para estabelecer regras num lugar onde elas deixaram de existir, o Joker não tem regras e não conhece limites. É a força do caos, motivada pelo desejo de quebrar as fronteiras e de instalar o pânico, revelando como as pessoas civilizadas se devorarão umas às outras quando as forças que as protegem o deixarem de conseguir fazer. 

Esta mentalidade distante da lógica revela-se no seu ódio pelos esquemas e pelos planos, um dos pontos cruciais da sua personalidade. "Sou um cão a perseguir carros. Não sei o que fazer caso apanhe algum. Apenas faço coisas.". Esta é a verdadeira alma do caos e da anarquia, a ausência de planeamento e o contrariar a ordem. 

Ninguém entra em pânico quando as pessoas "esperadas" morrem, ninguém entra em pânico quando tudo corre de acordo com o planeado, mesmo que o plano seja horrendo. Ao questionar esta mentalidade, ao interferir no que as pessoas estão habituadas a ver e a lidar no seu quotidiano, é instalado o caos.

 

A relação entre o Joker e o Batman é essencial para entender os dilemas do filme. O Joker não tem intenção de matar o seu inimigo pois ao trazer ordem a Gotham, o Batman interferiu com a ordem das coisas, alterou o curso esperado dos acontecimentos, e isto atrai o Joker. Ele acha que o vigilante trouxe demasiada diversão para ser morto, sem ele, voltaria tudo a ser aborrecido. O herói encontra também imensa dificuldade em matar o seu némesis. Fisicamente, este adversário não está à altura dele, a dor dos ataques do Batman dá-lhe prazer, prazer por ver o símbolo da justiça, aproximar-se da loucura dos que defendem o caos. 

 

Uma verdadeira obra-prima. Uma das grandes obras que o Cinema viu nos últimos anos.

 

10/10

 

Memorable Quotes

 

Batman: What did you do?
The Joker: I took Gotham's white knight, and lowered him to our level. It wasn't hard. Y'see, madness, as you know, is like gravity. All it takes is a little...push.

 

The Joker: You'll see, I'll show you, that when the chips are down, these uh... civilized people, they'll eat each other.

 

The Joker: [speaking to Two-Face] Do I really look like a man with a plan, Harvey? I don't have a plan. The mob has plans, the cops have plans. You know what I am, Harvey? I'm a dog chasing cars. I wouldn't know what to do if I caught one. I just *do* things. I'm a wrench in the gears. I *hate* plans. Yours, theirs, everyone's. Maroni has plans. Gordon has plans. Schemers trying to control their worlds. I am not a schemer. I show schemers how pathetic their attempts to control things really are.


The Joker: I am an agent of chaos. And you know the thing about chaos, Harvey? It's fair.
 

Two-Face: You thought we could be decent men in an indecent time. But you were wrong; the world is cruel, and the only morality in a cruel world....is chance.

 

Batman: Why do you want to kill me?
The Joker: [laughs] Kill you? I don't want to kill you! What would I do without you? Go back to ripping off mob dealers? No, no, you... you complete me.
 

Lt. James Gordon: Because he's the hero Gotham deserves, but not the one it needs right now...and so we'll hunt him, because he can take it. Because he's not a hero. He's a silent guardian, a watchful protector...a dark knight.

 

 

 

publicado por RJ às 16:01
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Catarina d´Oliveira a 25 de Julho de 2008 às 19:27
Grande filme...

E eu que, pela maior das sortes, fui à ante-estreia tive direito a um bilhete espectacular! uma carta do joker ehe ;)

Cumprimentos cinefilos
De Filipe Coutinho a 26 de Julho de 2008 às 12:42
Obra-prima é mesmo a palavra mais correcta. Aliás, esta fita é um marco no cinema dentro do género em que se enquadra, devidamente suportada por um argumento de louvar aos deuses. Simplesmente genial.

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

.Agosto 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Os X-Men regressam ao fut...

. O "nada fantástico" Homem...

. I'll be back

. It's that time of the yea...

. Afinal o "Hugo" não é um ...

. E se não há palavras, há ...

. Não há palavras que o des...

. Drivers

. O Natal chegou mais cedo

. Neon-Noir

.Filme da Semana

Uploaded with ImageShack.us

.arquivos

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds