Quinta-feira, 26 de Junho de 2008

"Cloverfield"

 

 

O Fenómeno da Internet

 

Premissa: Um monstro ataca Manhattan no mesmo dia em que é celebrada a ida para o Japão da personagem principal, por um grupo de amigos. Este ataque à cidade fica então documentado por um rapaz, que se ocupava a filmar a festa.

 

Veredicto: A Internet é cada vez mais, um importante recurso no que toca a fazer propaganda a filmes e a criar expectativas, que fazem milhares de pessoas debater em fóruns, blogs, etc, o que prever de determinada obra.

Foi a vez do produtor do confuso e interminável "Lost", J. J. Abrams,  fazer das suas e produzir o que se tornou num fenómeno de discussão na web, com o lançamento de um trailer onde a Estátua da Liberdade perdia a cabeça. A partir daí foi um hype sem precedentes. O problema é que, tal como na sua série da ilha do Pacífico, "desenvolver" parece não constar no dicionário das produções deste senhor.

Toda esta expectativa, que não me atingiu, aliada ao facto de o filme estar feito ao estilo do "The Blair Witch Project", (as imagens, são as da tal câmara de filmar), fizeram "Cloverfield" uma das obras mais faladas do ano.

 

Confesso desde já que, por não conseguir ir tanta vez como queria ao Cinema, e por estar muito longe do estado de expectativas que rodeou o filme, não o vi no grande ecrã, e só por curiosidade resolvi, a posteriori, o fazer.

Pois bem, na minha humilde opinião, estamos perante um exemplo de expectativa criada pela Internet, e se não fosse pela discussão que rodeou rumores e imagens do filme, assim como a crença de que estaria aqui uma "redifinição do género blockbuster", e o tal "estilo da câmara de filmar", não passaria de mais um produto de pirotécnia que estreia a cada duas semanas nas salas.

Sim, é um entretenimento eficaz e um bom "filme de monstro", mas quanto a qualidade, deixa-se ficar por aí, e o tal "estilo e originalidade" adquiridos devido a ser a gravação do grupo de amigos, acabam por esconder outras fragilidades, nomeadamente, que, no que a argumento diz respeito, a obra é fraca.

 

Não pretendia ser uma história complexa, é verdade. Apenas pretendia ser um divertimento com algum estilo, e como já disse, na categoria de filmes com monstros a atacar cidades, é bom, mas poderia ser melhor. Contem a tal luta do protagonista por salvar a amada, mas o resultado em termos de argumento, é banal e resume-se a isto: pessoas a fugir de uma criatura grande, assustadora e de mau-humor.

 

Entretem, mas todo o entusiasmo que o rodeia é resultado da campanha de marketing, e do suposto "estilo e originalidade". 

 

7/10

 

Memorable Quotes

 

Rob Hawkins: Still filming?
Hud: Yeah, people are gonna want to know... how it all went down.
Rob Hawkins: Well, you can just tell them how it all went down, Hud.
Hud: No, that wouldn't work. People need to see this, you know? It's gonna be important. People are going to watch this.

 

Hud: [to Rob] Maybe you should've left town a little bit earlier, right?

 

Rob Hawkins: We got like three seconds left. What do you want to say? What do you want to say? Last thing to the cam.
Beth McIntyre: [smiling] Um... I had a good day.
[camera shuts off]

 

 

 

publicado por RJ às 21:59
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Peter Gunn a 27 de Junho de 2008 às 14:27
Meu caro RJ temo que realmente lhe tenha feito falta ver o Cloverfield na grande tela pois a mim que já muita coisa vi e senti nas salas escuras, foi dos filmes que mais me emocionaram a nivel sonoro e visual.
Nos primeiros minutos estranha-se mas depois entranha-se e parece que estamos no meio da acção.
Fui um dos patos que foi ver o blair witch project ao cinema e devo dizer que este Cloverfield está a anos luz de distancia. É muito melhor e sem dúvida uma das boas surpresas de 2008 até este momento.

Mas são gostos claro ;)

Ainda não revi o filme em casa por isso não sei o que poderá ter perdido com a transição para dvd e a falta de "tamanho" do ecrã de projecção!

Um abraço

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

.Agosto 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Os X-Men regressam ao fut...

. O "nada fantástico" Homem...

. I'll be back

. It's that time of the yea...

. Afinal o "Hugo" não é um ...

. E se não há palavras, há ...

. Não há palavras que o des...

. Drivers

. O Natal chegou mais cedo

. Neon-Noir

.Filme da Semana

Uploaded with ImageShack.us

.arquivos

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds